5 cases de marketing de relacionamento para se inspirar

5 CASES DE MARKETING DE RELACIONAMENTO PARA SE INSPIRAR
7 minutos para ler

Conhecer bons cases de marketing de relacionamento faz muita diferença no desenvolvimento do trabalho. Isso acontece porque essas estratégias visam desenvolver e gerenciar interações confiáveis no longo prazo com os clientes.

O grande segredo, nesse caso, está em pensar fora da caixinha na hora de oferecer uma experiência completa que mostra as vantagens do seu negócio. Diante disso, a qualidade do serviço combinada com conhecimento sobre as preferências do público gera resultados positivos em todas as áreas.

O marketing de relacionamento contrasta com a abordagem de marketing tradicional que se concentra no aumento do número de vendas individuais. No modelo tradicional, o retorno do custo de aquisição do cliente pode ser insuficiente.

Enquanto muitas organizações combinam elementos de relacionamento e marketing tradicional, o marketing de relacionamento com o cliente já desempenha um papel mais importante em muitas empresas. Veja, a seguir, exemplos de cases de marketing de relacionamento para se inspirar.

1. Cooking show

A culinária é uma arte que nunca deixa de encantar. Basta analisar a grade de programação da TV aberta e a cabo para verificar que é possível explorar o assunto de diversas maneiras.

O Cooking Show é um evento culinário ao vivo realizado para convidados. A ideia é proporcionar uma experiência gastronômica profissional em detalhes diante de diversos players estratégicos.

O chef prepara pratos enquanto conta histórias e curiosidades relacionadas ao tema. Enquanto isso, câmeras transmitem detalhes do processo em um telão.

Dessa forma, um jantar de negócios se transforma em uma experiência única, baseada na paixão pela gastronomia e na capacidade de direcionar os convidados para uma interação voltada ao branding, networking e aos negócios.

Experiência gastronômica

Outra maneira de desenvolver relacionamento é promover experiências diferenciadas com os membros da sua equipe. Um bom exemplo disso é o team building, que representa um conjunto de atividades capaz de aprimorar as interações sociais com foco corporativo. A empresa farmacêutica global Novo Nordisk participou do processo no Experience Lounge e reuniu 13 executivos renomados em um team building voltado para a gastronomia.

Liderado pelo conhecido chef Bruno Monreal, o grupo de participantes lidou com diferentes desafios, com o intuito de conhecer melhor seus companheiros e a capacidade de inovar fora da zona de conforto. Por ser uma atividade completamente personalizada, todos colocaram a mão na massa, desde os preparativos dos ingredientes até a finalização do cardápio.

Além disso, uma curiosidade interessante é que durante a programação, os participantes prepararam seus próprios jantares, que foi servido ao final em uma descontraída reunião.

2. Direct Recruitment

A empresa de marketing de mala direta envia cartões de aniversário manuscritos para clientes e associados todos os anos. Esse toque pessoal e simples faz com que os clientes sintam que a Direct Recruitment se preocupa com eles como pessoas, e não como simples consumidores.

Sem contar que esse tipo de cuidado agrega muito em um mercado completamente dominado por relacionamentos gerados em plataformas virtuais.

3. Dell

A Dell criou uma loja online especialmente desenvolvida para clientes corporativos com grande demanda. Ao adaptar o processo de pedidos às necessidades específicas do cliente, a empresa conseguiu eliminar muitas das dificuldades enfrentadas pelos compradores de tecnologia corporativa.

4. Vyvanse

Os fabricantes do remédio para tratamento de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) criaram um extenso portal online que inclui vídeos, fóruns, artigos de especialistas e aplicativos para ajudar aqueles que sofrem com o transtorno.

Em vez de confiar apenas na força do produto, os fabricantes do medicamento criaram um sistema de suporte aos usuários vinculado à empresa. Dessa forma, oferecem uma oportunidade de tratamento amplo, que envolve apoio psicológico e a troca de experiências.

5. Bonobos

A marca de roupas masculina Bonobos deu um exemplo interessante de como o marketing de relacionamento pode estar presente em todas as situações.

O botão de cancelamento de assinatura da newsletter é, muitas vezes, o fim de um relacionamento entre o cliente e a marca: é o momento em que o cliente expressa que não quer mais receber notícias de uma organização.

Muitos motivos levam a esse momento. Talvez a marca esteja enviando atualizações demais ou simplesmente as notícias não interessam mais ao consumidor.

No geral, as empresas perguntam o motivo do cancelamento da newsletter e oferecem opções para o cliente selecionar. A Bonobos oferece opções bem humoradas, que sugerem que cancelar a newsletter é o mesmo que terminar um namoro. Além disso, a empresa sugere com delicadeza que o cliente reavalie sua decisão.

Quanto de Bonobos você quer na sua vida? Selecione a frequência:

  • Que tal uma vez por semana? Vamos pegar leve, Bonobos.
  • Algumas vezes por mês está bom.
  • Uma vez por vez. Eu gosto de você Bonobos.
  • Não é você, sou eu. Preciso de uma pausa de 30 dias.
  • Cancelar o cadastro. Sniff. É o fim, Bonobos.

6. Tinder Corporativo

Que o aplicativo Tinder é um sucesso entre as pessoas que buscam um relacionamento todo mundo sabe. No entanto, a novidade está em usar o mesmo contexto no universo corporativo na procura por parcerias. O encontro entre os candidatos e potenciais negociadores acontece em um clube de relacionamentos sediado em São Paulo.

O processo começa em uma sala com a apresentação dos empresários a representantes de diferentes áreas. A partir disso, as conexões são construídas conforme as necessidades de planejamento para tirar as ideias do papel ou complementar o crescimento de um negócio, por exemplo. Com isso, fica muito mais simples encontrar bons tomadores de decisões, que ajudam as empresas a construir cases de sucesso.

7. Posto Ipiranga

Você já deve ter visto o comercial em que se repete a frase “pergunta lá no posto Ipiranga”. Saiba que esse tipo de estratégia costuma ser muito eficiente quando pensada diretamente nas preferências do seu tipo de público. Com base em informações detalhadas, a empresa saiu na frente da concorrência ao criar o clube do KM de vantagens.

Mesmo atuando em um serviço que torna a fidelização complicada, o marketing soube agregar valor ao serviço oferecido para fazer com que o cliente fique cada vez mais engajado. O programa vai além dos descontos em combustíveis e contempla também oportunidades de shows ou passagens aéreas. Como resultado, o consumidor enxerga o posto Ipiranga de forma positiva em diferentes momentos do seu dia a dia.

8. Alliate Corretora de Seguros

Esse exemplo mostra como ficar por dentro do perfil de seu consumidor funciona como um verdadeiro divisor de águas no aumento de lucros. O mais importante é usar o relacionamento para mostrar um posicionamento de respeito em relação aos seus clientes e chamar a atenção de maneira positiva.

Com o objetivo de criar engajamento, a empresa oferece benefícios diferenciados, como aconselhamento técnico, implementação de políticas e movimentação cadastral. Tudo isso com foco em converter mais vendas de maneira sustentável para que os reais valores do serviço sejam fatores decisivos no momento da compra.

Agora você já conhece os principais cases de marketing de relacionamento do mercado. Com esses exemplos em mente, fica mais simples analisar se a sua empresa realmente está investindo em ações adequadas. Afinal, de nada adianta atrair novos clientes se você não for capaz de mantê-los — e boas estratégias são fundamentais para isso.

Gostou do post? Então compartilhe-o nas redes sociais e divulgue essas informações!

 

Você também pode gostar